Waves Enterprise e Governo da Rússia juntos nas eleições

Avança o interesse do país em votação utilizando blockchain Waves.

No passado, houve muitas críticas às eleições da Rússia, devido a uma percepção de falta de transparência no processo eleitoral. Além disso, uma experiência recente de votação eletrônica com blockchain não foi bem-sucedida, pois o sistema sofreu uma série de contratempos e ataques. Nesse episódio, o governo russo usou um provedor de blockchain diferente das soluções e serviços digitais, o Bitfury, para essa implementação específica. Mas esse cenário pode estar prestes a mudar, devido aos testes de um sistema nacional de votação eletrônica baseado no blockchain Waves, que ocorrerá em setembro.

O novo sistema foi desenvolvido em parceria entre a Rostelecom, o maior provedor integrado da Rússia, e a Waves Enterprise.

O sistema, desenvolvido pela Waves, emprega “provas de conhecimento zero” (Zero Knowledge Proofs) e muitas outros recursos criptográficos avançados. Além disso, o sistema não depende de um único ponto de falha. A equipe protege a plataforma usando cinco chaves de criptografia principais, geradas de forma descentralizada, através do blockchain. Posteriormente, essas cinco chaves são combinadas em uma única chave mestra, usada para criptografar todas as transações de blockchain.

Em entrevista à Cointelegraph, Artem Kalikhov, diretor de produto da Waves Enterprise afirma que:

“Essas chaves estarão em posse de observadores independentes. Mas esta decisão, em última análise, está fora do controle da Waves.”

 

Ele também respondeu se haviam recebido algum pedido para criar um backdoor do Rostelecom, o seu parceiro estatal:

“Não, nós não participamos disso, pois valorizamos a reputação da Waves e apoiamos a transparência e a descentralização. Nossos parceiros da Rostelecom estão muito empenhados em tornar tudo transparente e verificável.”

 

A empresa está focada em expandir o sistema para dezenas de milhões de usuários. Atualmente, ela lida com cerca de um décimo desse número. A primeira eleição do novo sistema ocorrerá para a Duma Estatal, a câmara baixa da Assembleia Federal da Rússia, em 13 de setembro de 2020, no Dia da Votação Unida nas áreas de Kurskaya e Yaroslavskaya. Aproximadamente 600.000 eleitores podem participar desta votação eletrônica.

Por fim, se o piloto inicial for bem-sucedido e a plataforma se tornar a principal ferramenta do processo eleitoral online russo, o país pode ser a primeira grande nação a usar a tecnologia blockchain para votar.

 


Faça parte da comunidade Waves Brasil!

Telegram
Twitter
Facebook
Instagram

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.