Lançamento Waves 1.3 Jumeirah

A tão aguardada atualização do node Waves — versão 1.3 — foi lançada na testnet e pode ser usada por desenvolvedores para construir aplicativos descentralizados inovadores. Seguindo a tradição de nomear todas as versões principais do node com nomes de praias, como Waves 1.2 Malibu, a versão 1.3 foi nomeada Jumeirah, em homenagem a uma das principais praias de Dubai, que se tornou um lugar importante para a comunidade cripto em 2021.

No ano passado, a indústria de blockchain teve um crescimento considerável, graças ao aumento no número de aplicativos descentralizados (dApps), no segmento de finanças descentralizadas (DeFi).

Desde seu lançamento em 2016, a blockchain Waves foi criada como uma ferramenta para o desenvolvimento de aplicativos descentralizados, sendo também útil para a tendência das finanças descentralizadas e se tornando a base para aplicativos como o Swop.fi, Neutrino e a Waves.Exchange.

O valor total bloqueado (total value locked, TVL) pode ser a principal métrica para medir o sucesso da Waves, como um protocolo para aplicativos DeFi. O TVL dos dApps mencionados acima atingiu a impressionante marca de U$1,8 bilhões.

Este sucesso se deve principalmente às principais vantagens que a Waves oferece, como a linguagem de contrato inteligente Ride, a inexistência de gás, as taxas de transação fixas, além de uma experiência amigável para o desenvolvedor.

Além de facilitar a experiência do usuário, a versão 1.3 oferecerá oportunidades únicas para desenvolvedores de aplicativos no espaço DeFi: contratos inteligentes sem gás e com a funcionalidade cross-dApp.

dApp-to-dApp invocations

Para a implementação das chamadas cross-dApp, diversos recursos foram adicionados. Uma descrição completa deles está disponível na página de documentação. Além de pequenas melhorias, incluindo uma atualização para a estrutura de invocação e valor de retorno das functions callable, três melhorias principais devem ser discutidas com mais detalhes:

Na biblioteca padrão v5 da linguagem de contrato inteligente Ride, foram adicionadas funções para chamar funções do contrato inteligente diretamente de um dApp, escrito em Ride.

strict z = invoke(dapp, func, args,[AttachedPayment(unit,100000000)])
// invoke(dApp: Address|Alias, function: String, arguments: List[Any], payments: List[AttachedPayments]): Any

Este novo tipo de variável garante que seu valor seja calculado assim que ela for alcançada pela execução do script. Em seguida, a próxima variável é calculada. Confira abaixo a lógica de usar variáveis strict com as invocações cross-dApp.

func foo() = {
   ...
   strict balanceBefore = wavesBalance(this).regular
   strict z = invoke(dapp2,bar,args,[AttachedPayment(unit,100000000)])
   strict balanceAfter = wavesBalance(this).regular

   if(balanceAfter < balanceBefore) then ... else...
}

Com a funcionalidade para criar aplicativos DeFi mais complexos, foi necessário aumentar o limite de complexidade para contratos inteligentes. Na versão 1.3, a complexidade máxima para uma callable function de um dApp script foi elevada para 10.000. A complexidade total de todas as callable functions e scripts de ativos em uma transação deve ser inferior a 26.000. Além disso, o número máximo de pagamentos anexados foi aumentado para 10, o que dá mais oportunidades para criatividade na construção de dApps.

Além da funcionalidade que está diretamente ligada às chamadas cross-dApp, a atualização trouxe outros recursos para desenvolvedores, implementados na linguagem Ride. Você pode conferir a lista completa dos recursos nas Release Notes.

As melhorias mais aguardadas foram as seguintes:

  • Operações de leasing em código de contrato inteligente (Lease, LeaseCancel, CalculeLeaseId)
  • Tipo de dados “Any”, o que simplifica a lógica de criação de código
  • Tipo BigInt, para suporte de grandes números com um conjunto de operações matemáticas.

A linguagem Ride está em constante evolução, permitindo que desenvolvedores implementem uma lógica mais ampla na blockchain. Agora, as transações de leasing podem ser executadas por meio de chamadas de contrato inteligentes.

O lançamento do node Waves 1.3 Jumeirah anuncia uma nova era para os aplicativos DeFi, pois traz oportunidades únicas. Nos próximos meses, os usuários verão dApps inovadores, como um protocolo para empréstimos de criptos, que será provavelmente o primeiro desses aplicativos. O aumento no número de aplicativos DeFi baseados em Waves, além da expansão de recursos aumentará o valor total bloqueado nos produtos do ecossistema e a demanda pelo token WAVES.

Esse lançamento é uma oportunidade para que desenvolvedores possam construir apps exclusivos no protocolo, contribuindo para o desenvolvimento do espaço DeFi. Para aprender mais e começar a desenvolver com a Ride, confira o curso disponível na plataforma Coursera. Lembrando que os desenvolvedores que já criaram um dApp e conseguiram usuários são elegíveis para subsídios da Waves Association.

Faça parte da comunidade Waves Brasil!

Telegram
Twitter
Facebook
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.