Eleição russa registra recorde de quase 30.000 votos em blockchain da Waves Enterprise

Governo russo utiliza blockchain com tecnologia Waves em eleições federais.

Recentemente, postamos aqui sobre a parceria da Waves Enterprise com o governo russo, para eleições parlamentares. Esta eleição aconteceu na manhã do dia 14 de setembro, e quase 30.000 votos foram registrados no blockchain, no que parece ter sido, até hoje, o maior caso de votação utilizando essa tecnologia. A Waves Enterprise foi a responsável por desenvolver o blockchain da plataforma de votação online. Em entrevista à Cointelegraph, Artem Kalikhov, o diretor de produtos da Waves Enterprise, forneceu mais detalhes sobre a eleição:

“Tudo ocorreu sem problemas. As eleições foram numa rede permissionada, administrada pela Rostelecom (maior provedor integrado da Rússia). A empresa foi contratada pela Comissão Eleitoral Central da Rússia, que, por sua vez, subcontratou a Waves Enterprise para construir o blockchain da plataforma. Os 10 nodes operados pela Rostelecom não foram divulgados publicamente, a fim de evitar potenciais ataques cibernéticos. ”

Kalikhov acredita que, num futuro próximo, a Rostelecom fará com que sua rede blockchain possa ser observada pelo público. No entanto, todas as transações foram publicadas em dois arquivos CSV. Isso significa que qualquer um pode verificar os hashes criptográficos de todas as transações registradas pela plataforma.

Existem cinco chaves criptográficas principais, geradas de forma descentralizada, que posteriormente são combinadas em uma única chave mestra. Para decifrar os resultados das eleições, é necessário um número predeterminado de chaves. É algo semelhante à carteira com várias assinaturas, que requerem várias chaves para autorizar transações, em vez da assinatura de uma única chave. Portanto, é importante que essas chaves sejam mantidas por observadores independentes e confiáveis. Kalikhov não sabe quem foi o responsável pela administração principal desta vez.

As eleições ocorreram em duas regiões da Rússia, Kursk e Yaroslavl, que juntas têm uma população estimada em quase 2,5 milhões de habitantes. Os eleitores puderam escolher entre votar pessoalmente ou online. Na região de Kursk, 13.184 indivíduos se inscreveram para votação online, com 11.940, ou 90,59%, registrando seus votos no blockchain. Em Yaroslavl, 16.828 dos 18.834 inscritos votaram online, o que representou 91,54% de comparecimento. No total, 28.771 indivíduos registraram seus votos no blockchain.

Kalikhov espera que o sucesso desta primeira experiência leve a eleição no blockchain para toda a Rússia, em eleições futuras. Se isso acontecer, serão milhões de votos registrados no blockchain. Para as duas regiões onde a eleição ocorreu, a equipe estava testando o sistema para obter até 1 milhão de votos, ou seja, não atingiu nem a metade da capacidade. Enquanto isso, a equipe por trás do blockchain público da Waves, trabalha em um sistema de votação semelhante, que funciona em um ambiente sem permissão. De acordo com Kalikhov, os casos de uso em potencial não incluem apenas eleições realizadas pelo governo. Ele acredita que a tecnologia também pode ser usada no setor privado; por exemplo, para votação de acionistas.

Eleições realizadas com a tecnologia blockchain possuem muitos recursos valiosos que podem ser aplicados com sucesso – como imutabilidade, transparência e anonimato.


Faça parte da comunidade Waves Brasil!

Telegram
Twitter
Facebook
Instagram

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.