DeFi, DeFo, Protocolo Neutrino, etc.

Nesta semana o CEO da Waves, Sasha Ivanov, compartilhou seus pensamentos e detalhou alguns dos projetos que estão sendo construídos e serão lançados em breve no ecossistema Waves. Saiba mais o que está por vir!

Além da morte e dos impostos, têm mais coisas pelas quais você não escapa na vida. Existe uma outra força da natureza, a volatilidade, que está sempre conosco. Todas as coisas experimentam flutuações, sejam os preços, os novos casos diários de COVID-19 ou o número de inscritos no seu canal. Isso pode ser irritante e fazer com que você deseje estabilidade, algo em que possa confiar. A humanidade sempre se esforçou para criar estabilidade a partir do caos: unidades de medida estáveis, moedas estáveis ou uma ordem social estável.

Portanto, é de se esperar que tentemos transformar criptos voláteis em algo mais estável e sólido. Criptomoedas são voláteis por natureza. Somente o mercado pode atribuir um valor a tokens nativos de diferentes blockchains e, dificilmente, existe um valor intrínseco para eles, além do papel que desempenham em seu ecossistema. Com certeza veremos, em um futuro próximo, tentativas de criar tokens nativos estáveis. Todavia,  por enquanto, precisamos usar o valor fixo em moedas voláteis para criar algo mais estável.

Acredito que não preciso explicar por que precisamos de ativos estáveis. Se queremos substituir o dinheiro fiduciário por algo mais transparente e responsável, as criptomoedas podem ser nossa única esperança. Mas, se você deseja exercer alguma atividade econômica significativa além da negociação e da especulação (embora eu não tenha muita certeza se isso é significativo), não é possível alterar o valor da sua moeda, mais do que uma fração de um por cento ao dia.

Vamos começar criando um token que funciona com dinheiro no banco. É o caso do Tether, que tem bilhões em valor de mercado. Mas, ele utiliza da mesma filosofia fiduciária, somente com uma nova aparência técnica e os mesmos problemas: riscos de contraparte, controle excessivo, etc. Basicamente, é uma moeda eletrônica, e não uma criptomoeda.

Portanto, o próximo passo é tornar nosso token descentralizado e com tecnologia blockchain, em vez do modelo fiat antigo. Podem existir diversas formas para isso, todas utilizando um valor fixo do token nativo. Isso pode ser um excesso de garantia, como o que ocorre na DAO Maker, na qual você bloqueia uma grande quantidade de ETH, para compensar a volatilidade. Um outro caminho é o do protocolo Neutrino, que garante a estabilidade de preços através de um token secundário do tipo bond, emitido quando há um desequilíbrio no sistema. Além disso, podemos tentar desenvolver stablecoins, com base na mecânica de derivativos, usando um contrato a termo no ativo subjacente (um token nativo) para conectá-lo ao preço em dólares. 

Essa mecânica também pode ser diferente em termos de quão rigorosa é a peg: os ativos podem ser quase estáveis ​​ou numa relação 1: 1 com alguns ativos do mundo real, por exemplo o dólar americano. A arquitetura de Neutrino se baseia em um rastreamento rigoroso do preço em dólar americano, o que permite garantir a taxa de câmbio. É de extrema importância que, se quisermos usar nossos ativos no mundo real, o Bitcoin ainda não tenha sido considerado uma unidade de liquidação internacional, devido aos problemas trazidos pela volatilidade diária. A volatilidade aumenta efetivamente os custos de transação.

Uma vez que você tem a relação 1:1 e um valor subjacente nos ativos com os quais você apoia suas stablecoins, é possível criar réplicas exatas dos ativos do mundo real e até aprimorá-los, dependendo das características dos blockchains subjacentes.  No caso da Waves, podemos usar a mecânica do staking para criar moedas stablecoins que geram interesse. Os lucros não provêm dos empréstimos p2p, como na maioria dos projetos de ETH, mas da economia do próprio blockchain. Basicamente, criamos uma nova aparência, buscando a adoção em massa. Você mantém stablecoins em USD e obtém lucros em USD, sem os riscos padrão ou de custódia. É uma mina de ouro!

Com uma peg rígida e uma arquitetura que garanta estabilidade, podemos dar um passo adiante. Deixe o contrato inteligente gerar ativos diferentes e faça uma troca (swap) instantânea entre eles! O que temos com isso? É o FOREX descentralizado, ou DeFo, que oferece simplicidade e taxas quase nulas. 

Combinamos o Uniswap com a mecânica de stablecoin. O Uniswap é um market maker de tokens automatizado, que funciona muito bem com ativos estáveis. Ele oferece uma mecânica de preços muito simples, com a possibilidade de falhar no caso de tokens muito voláteis. A liquidez para as transações da Uniswap é fornecida, geralmente, por meio de pools de usuários. Também utilizamos a mesma mecânica de pool para garantir a estabilidade dos ativos derivativos, com base no USDN, o “principal” ativo estável do protocolo Neutrino. Os usuários fornecem seus USDN para manter a liquidez de ativos derivativos, como EUR, ouro e quaisquer outros ativos estabelecidos no mundo real. Eles compartilham lucros de swap com o contrato principal e recebem, por seus esforços, o token de governança do protocolo, NSBT.

Basicamente, qualquer ativo pode ser emitido com base nessa arquitetura. Estamos criando um ecossistema totalmente novo de ativos estáveis, que replica e até aprimora (no caso de produtos derivativos) o que existe “no mundo real”. Isso é um banco central + exchange com vários contratos inteligentes no blockchain da Waves. A menor meta aqui, que estamos almejando, é a questão dos pagamentos internacionais. Foram feitas muitas tentativas para resolver isso com cripto, mas os custos de transação ainda são consideráveis, ainda que tenha ocorrido uma grande melhoria em relação aos custos.

Combinado com o protocolo Gravity, permitirá ativos estáveis em todas as blockchains, não apenas na blockchain da Waves. DeFi inter-chain é o que reúne todas as cadeias e cria um espaço econômico único para todas elas. Uma porta para a blockchain Ethereum é, com certeza, prioridade, mas vamos além disso. E não esqueça das redes permissionadas, pois o blockchain corporativo precisa das mesmas ferramentas que as redes públicas.

Para dar uma ideia de como será o produto final, imagine um aplicativo, no seu celular, que comporte as principais moedas do mundo e, permita a compra delas com o cartão de crédito, além de envio para qualquer pessoa, independentemente de onde está localizada e a troca por qualquer outra moeda, com taxa quase nula.

Além disso, você pode pode fazer stake de qualquer moeda que possuir e receber juros anuais de 10 a 15% em dólares americanos, pagos na moeda em questão. Você poderá até fazer empréstimos, utilizando as moedas que você possui como garantia. É um banco descentralizado no seu celular, com todos os principais recursos que o banco oferece, como depósitos, câmbios e empréstimos garantidos. E esse é apenas um aplicativo no ecossistema que estamos construindo.

Este é um novo ecossistema de ativos estáveis do mundo real, baseado na economia da rede Waves. A equipe do Neutrino publicará um roadmap detalhado em breve, mas antes do final deste ano, teremos ativos personalizados, mecânica de pool lucrativa e ajustes do token NSBT, permitindo seu preço ilimitado. Até o final de 2020, todas as principais funcionalidades do protocolo Neutrino estarão completas.

Os primeiros ativos estão chegando em setembro de 2020!


Faça parte da comunidade Waves Brasil!

Telegram
Twitter
Facebook
Instagram

2 thoughts on “DeFi, DeFo, Protocolo Neutrino, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.